A empresa Processamento de Dados Amazonas S.A (Prodam), órgão de tecnologia do governo do Amazonas, é uma das quatro entidades públicas de tecnologia do país escolhidas para receber uma consultoria gratuita da Agência dos Estados Unidos para o Comércio e Desenvolvimento (USTDA). A iniciativa é resultado de uma colaboração estratégica entre a USTDA e a Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação (ABEP-TIC) com o objetivo de modernizar o sistema de compras das instituições associadas da ABEP.

De acordo com o diretor-presidente da Prodam, Lincoln Nunes, a consultoria vai contribuir para o processo de melhoria contínua da empresa.

“Entendemos que a Prodam precisa estar em constante aprimoramento. Nesse sentido, a capacitação, especialmente voltada para aquisições, elaboração dos Estudos Técnicos Preliminares e Termos de Referência, visa fortalecer nossos processos e atualizar nossos instrumentos, de acordo com as legislações aplicáveis às empresas estatais e as recomendações dos órgãos de controle”, afirmou Lincoln.

A consultoria, atualmente em andamento, está sendo conduzida pela equipe especializada da A&M Infra, uma unidade de infraestrutura da consultoria internacional Alvarez & Marsal, reconhecida por sua expertise em reestruturação e gestão de riscos. A primeira fase, que envolveu entrevistas presenciais com os funcionários da Prodam, ocorreu entre os dias 3 e 5 de outubro de 2023.

Durante esse período, os consultores da Alvarez & Marsal, Bruno Coutinho e Vanessa Pereira, interagiram com representantes das áreas de licitação, finanças, gestão de contratos, planejamento de contratações, além dos principais demandantes de aquisição da área técnica da empresa.

Próximas fases 

Segundo o presidente da Prodam, Lincoln Nunes, após essa fase inicial, a consultoria apresentará o Plano de Melhorias que deverá impactar todas as áreas envolvidas no ciclo de aquisição da Empresa e a previsão é que o projeto seja concluído até julho de 2024.