Valor de produção de televisores (receptores de televisão), inclusive “Smart TVs” alcançou R$ 12.869.888, 77,1% do valor total produzido deste produto no país em 2020. Em 2020, a atividade industrial do Amazonas gerou cerca de R$ 43,2 bilhões em valor de transformação industrial, montante este decorrente do valor bruto da produção industrial (R$ 109,09 bilhões) e dos custos das operações industriais (R$ 65,8 bilhões), em 2020. Os dados são da Pesquisa Industrial Anual (PIA) – Empresa, divulgada nesta quinta-feira (21), pelo IBGE. No Amazonas, em 2020, o valor de produção de televisores (receptores de televisão), inclusive “Smart TVs” alcançou R$ 12.869.888, 77,1% do valor total produzido deste produto no país (R$ 16.696.686), em 2020. O produto é o primeiro do ranking do Amazonas, por valor de produção. Em segundo lugar no ranking do Amazonas, em 2020, está o valor de produção de telefones celulares, inclusive “smartphones” (R$ 11.990.694). O valor representa 47,9% do total (R$ 25.012.962) produzido de aparelhos celulares no país. E em terceiro lugar, está o valor produzido de motocicletas (inclusive os motociclos) com motor de pistão alternativo de cilindrada superior a 50 cm³ e menor ou igual a 250 cm³ (R$ 7.381.868), 99,99% do valor total produzido no país em 2020 (R$ 7.382.053). No ranking das atividades com o maior total de receitas líquidas, as primeiras posições foram a Fabricação de equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos (R$ 47,1 bilhões, 39,16%); Fabricação de outros equipamentos de transporte, exceto veículos automotores (R$ 13,9 bilhões, 11,5%); Fabricação de coque, de produtos derivados do petróleo e de biocombustíveis (R$ 11,0 bilhões, 9,19%); Fabricação de bebidas (R$ 7,4 bilhões, 7,9%) e a Fabricação de máquinas e equipamentos (R$ 7,11 bilhões, 5,91%). Fonte: IBGE Amazonas