No programa Invest Amazônia desta quarta-feira (02), recebemos Edelweis Ritt, diretora de relações institucionais parcerias estratégicas e desenvolvimento de novos negócios da HT Micron, uma empresa brasileira com sede na capital do Rio Grande do Sul.

Durante a entrevista foram abordados temas como a instalação da empresa de semicondutores no polo industrial de Manaus, e também como a organização conseguiu se manter fortemente no mercado apesar da pandemia da Covid-19.  De acordo com Ritt, durante a pandemia a demanda de semicondutores aumentou e mesmo com a cadeia de suprimentos sendo fortemente afetada,  a HT Micron conseguiu crescer. Acompanhe a entrevista completa nas redes sociais do Invest amazonia.

Tecnologia em Semicondutores

Fundada em 2009, a HT Micron é uma empresa brasileira dedicada a prover soluções avançadas em semicondutores. Fruto da cooperação tecnológica entre Brasil e Coréia do Sul, sua sede está localizada no complexo Tecnosinos, na cidade de São Leopoldo, a cerca de 35km de Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul.

A HT Micron iniciou suas operações em uma infraestrutura prévia, denominada Basecamp, em julho de 2011. Tratava-se de uma sala limpa que viabilizou o início da produção local de semicondutores no Brasil. Sua sede definitiva, com aproximadamente 10.000 m² de área construída foi inaugurada no dia 7 de junho de 2014, e com esta nova sede, a HT Micron ampliou sua capacidade de produção de componentes semicondutores utilizando as mais avançadas tecnologias.

Tendo como um dos seus principais objetivos, estimular a geração de conhecimento e valor para a cadeia de valor da indústria eletrônica Brasileira e por acreditar que o ambiente universitário é altamente estimulador e possui grande potencial no processo de inovação em tecnologia, a HT Micron, junto a universidades, investe e incentiva o campo de pesquisas, desenvolvimento e inovação, tendo como um dos seus projetos o desenvolvimento do Instituto de Tecnológico de Semicondutores, junto a Unisinos.