O superintendente da Zona Franca de Manaus, Algacir Polsin, foi palestrante nesta terça-feira, 15, da segunda edição do AZFA Talks cujo tema foi “Oportunidades de Inversión en las Zonas Francas de los Países del Mercosur”. O evento, virtual, contou também com palestras de especialistas da Argentina, do Uruguai e do Paraguai e foi organizado pela Associação de Zonas Francas das Américas (AZFA), a qual possui mais de 600 zonas francas afiliadas oriundas de 25 países em 2 continentes.

Durante a palestra, em espanhol, Polsin destacou as especificidades da Zona Franca de Manaus (ZFM) em relação as outras zonas francas existentes, também abordou a importância do modelo em virtude da sua posição geográfica estratégica, além de salientar a presença de algumas das multinacionais instaladas no Polo Industrial de Manaus (PIM). O superintendente também abordou os resultados de faturamento nominais obtidos nos últimos anos, dando enfoque ao recorde histórico de RS 158,62 bilhões de reais de faturamento alcançado em 2021.

Cerca de 100 pessoas acompanharam a transmissão ao vivo que durou cerca de uma hora. Na parte de interação entre palestrantes e público, um dos participantes questionou o superintendente acerca das exportações da ZFM para o Mercosul. Na resposta, Polsin enfatizou que 15,64% das exportações do modelo são destinadas aos países que compõem o bloco, o que corresponde a cerca de US$ 140 milhões exportados para Argentina, Uruguai e Paraguai em 2021. “Números que reiteram a importância do Mercosul para as exportações da Zona Franca de Manaus”, frisou o superintendente.