A Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) recebeu na tarde dessa quarta-feira (18), a visita da nova subsecretária de Supervisão e Controle da Secretaria Especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia (Sepec), Maria Fernanda Bittencourt. Antes mesmo de se dirigir à sede da autarquia, ela visitou a LG Eletronics e a Moto Honda da Amazônia, com o objetivo de conhecer as duas empresas e alinhar informações relevantes sobre o Polo Industrial de Manaus (PIM) e a importância do modelo Zona Franca para o desenvolvimento socioeconômico e sustentável da Região Amazônica.

Dentro do ME, a Sepec é a responsável pela gestão integrada das políticas que viabilizem o aumento da produtividade, por meio da livre iniciativa, do mercado concorrencial, do capital humano e da modernização das empresas brasileiras.

Maria Fernanda foi nomeada no último dia 11 e veio à capital amazonense acompanhada do assessor técnico Edgar Rodrigues. Os dois foram assessorados pelo chefe de Gabinete da Suframa, Rui Pontes; o superintendente adjunto de Projetos, Dower Borges; e a coordenadora de Eventos da autarquia, Tayana Rubim.

A subsecretária considerou produtivas as visitas às duas empresas e já acenou que irá prestar total apoio à Suframa, nas iniciativas que visem beneficiar o fortalecimento da economia na região.

“É a minha primeira missão. Escolhi vir aqui justamente por conta da importância da Zona Franca e da própria Suframa. As visitas foram ótimas. Foi bom conhecer, ver in loco como tudo acontece. A quantidade de pessoas envolvidas, a importância social disso para a região, para as nossas fronteiras e a economia. A secretaria é responsável pela supervisão, mas pretendo apoiar o trabalho da Suframa no que ela precisar”, afirmou Maria Fernanda, que permanece em Manaus até esta quinta-feira (19), quando será recebida pelo superintendente Algacir Polsin, para se inteirar das características da Autarquia.

Em seguida, ela irá conhecer o Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA), onde, às 10h (horário de Manaus), participará da reunião técnica sobre todos os assuntos relativos ao edital de chamamento público para seleção de entidade gestora do Centro e ao modelo de negócios do mesmo.

O evento é realizado pelo ME, por meio da Sepec, e pela Suframa, e ocorrerá de forma híbrida, tanto no auditório do CBA quanto on-line, por meio do canal da Suframa no YouTube (youtube.com/suframanews).

Visitas

A primeira parada da pequena comitiva no Distrito Industrial foi na LG Eletronics. A empresa começou a funcionar em 1958 como Goldstar Corporation, na cidade coreana de Pusan, e hoje possui seis fábricas em Manaus. O trabalhado é voltado para três ramos de negócio – eletroeletrônicos (o mais forte), químicos e telecomunicações – e a capacidade de produção é de 4,1 milhões de unidades por ano.

No mundo todo são 128 operações e 75.890 colaboradores. Desses, 2.400 estão em Manaus.

Já a Moto Honda completa 46 anos em novembro e, apesar de expandir os negócios pelo Brasil, com automóveis e até produtos de força, mantém em 100% a produção de motocicletas no PIM. Dessas, quase 4.500 ficam prontas por dia.

O processo produtivo envolve também quadriciclos, motores estacionários e motobombas, além do desenvolvimento de diversos ferramentais e componentes que integram o produto final.

A empresa conta com 7 mil trabalhadores e mantém uma política de responsabilidade social e ambiental importante, ao preservar uma reserva natural de 16 hectares dentro da própria área de atuação.