A Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), por meio do Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável (Cedrs/AM), deu início, nesta terça-feira (22/03), em Tabatinga (distante 1.108 quilômetros da capital), a uma agenda de reuniões extraordinárias que vão acontecer em cinco municípios do interior do estado.

O objetivo é iniciar o processo de instalação ou reativação dos Conselhos Municipais de Desenvolvimento Rural Sustentável (CMDRS) e debater assuntos relevantes ao desenvolvimento do setor primário no estado.

Três municípios da Calha do Solimões se fizeram presentes por seus conselheiros e secretários municipais de Agricultura e Produção Rural de Benjamin Constant, Atalaia do Norte e Tabatinga.

“A partir de agora, faço um compromisso que o Conselho sai do papel e vamos começar a caminhar. Eu me sinto muito feliz com a presença do presidente do Conselho e ter explanado aqui diretrizes. E a liderança dentro do município ganha com isso, os presidentes, a comunidade, e lá na ponta, onde estão nossos agricultores, que realmente vão começar a ser valorizados e vão crescer nesse âmbito, que é o setor primário”, disse o secretário municipal de Produção Rural de Tabatinga, Aurélio Alves Souza.

Na ocasião, também foram apresentadas as ações e resultados do Programa Alimenta Brasil (PAB), do Programa de Regionalização do Mobiliário Escolar (Promove), do Programa de Regionalização da Merenda Escolar (Preme) e as subvenções estaduais, pelos seus respectivos representantes e coordenadores.

“É uma determinação do governador Wilson Lima que possamos manter um diálogo permanente com todos os atores que participam da produção de alimentos no Amazonas. Resgatamos desde o início do Governo o debate de políticas públicas para o setor primário no Cedrs, e estamos participando do resgate dos Conselhos Municipais de Desenvolvimento Rural Sustentável, começando pelo Alto Solimões, que é uma região importante de tríplice fronteira”, ressaltou o secretário da Sepror, Petrucio Magalhães Júnior.

Para a presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rural de Tabatinga, Maria do Carmo, a reativação desse conselho é importante em Tabatinga para o desenvolvimento da agricultura familiar. Com certeza vai gerar muitos frutos, até mesmo porque está se falando de compras de alimentos, está se falando do desenvolvimento da agricultura familiar”, destacou.

A programação das reuniões vai ocorrer também nos municípios de Itacoatiara e Parintins, no mês de abril; Humaitá, no mês de maio; e Tefé, no mês de junho.

Representação – A reunião contou com a presença do presidente do Cedrs e titular da Sepror, Petrucio Magalhães Júnior; do diretor-presidente da Agência de Defesa Agropecuária e Florestal (Adaf), Alexandre Araújo; do diretor-técnico da Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS), Leandro Góes; do gerando do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável (Idam) local, Edson Franco; do coordenador do PAB, Tânis Castro, do coordenador do Garantia Safra no Amazonas, Heitor Liberato; produtores rurais e representantes de Associações e entidades de classe:

CDMRS – Os conselhos municipais têm como atribuição descobrir os potenciais de desenvolvimento rural e indicar estratégias e alternativas para melhoria das condições de vida de populações rurais, por meio da elaboração e implementação dos Planos de Desenvolvimento Rural Sustentável.