Multilaser, conhecida empresa do ramo de eletroeletrônicos e informática, comprou a pequena startup de motos elétricas Watts. O negócio de R$ 10,5 milhões fará da Multilaser, que tem sede em Manaus e foi fundada em 1987, a primeira montadora de veículos 100% elétricos no Polo Industrial de Manaus (PIM).

Com isso, os modelos da Watts passarão a ter as isenções tributárias habituais do PIM e deverão ficar mais competitivas. Se o negócio andar bem, surgirá uma boa rival para a Voltz Motors, atualmente a única grande marca dedicada somente a motos elétricas e que já conquistou espaço relevante no mercado brasileiro de duas rodas – foi a sétima marca de motos mais vendida no ano passado.

Com a Multilaser por trás, a Watts deverá abrir novos pontos de venda. Por enquanto, tem apenas sete lojas próprias e 15 concessionárias, que funcionam como distribuidoras autorizadas. Ao mesmo tempo, alguns produtos elétricos da Multilaser, que são comercializados sob a marca Atrio, deverão ser vendidos nas lojas da Watts – caso da mini bike elétrica Tóquio.

E a própria Watts deverá ganhar espaços em pontos de venda da Multilaser, por meio do formato “store in store” (loja dentro da loja). Importante lembrar que as motos elétricas da Watts têm Certificado de Adequação à Legislação de Trânsito (CAT), e podem ser registrados e licenciados nos órgãos executivos de trânsito de todos os Estados. O principal produto da marca é moto elétrica W125, cujo desempenho é similar ao de uma moto com motor a combustão de 125 cm³.

A Multilaser está de olho não apenas no segmento de vendas de motos elétricas, como também em profissionais e empresas do setor logístico, na locação de veículos e até nos entregadores de aplicativos. A Watts já pretendia levar sua produção para Manaus, para dar escala à produção. Assim, o negócio com a Multilaser apenas acelerou seus planos.

Watts segue no controle após fusão com Multilaser

Rodrigo Gomes, CEO da Watts Mobilidade, afirmou que, mesmo após a fusão, sua empresa seguirá à frente do negócio e que a perspectiva agora é ampliar a escala de produção, que passará a ser feita em Manaus.

Um dos carros-chefe da marca especializada em motos e scooters elétricas é a Watts E-125. Trata-se de uma moto elétrica com duas baterias de lítio de 72V e 35ah, totalmente removíveis e independentes, que dão a ela autonomia de até 150 quilômetros e velocidade final de até 100 km/h.

Ela está em pré-venda no site da marca e vem equipada com todos os itens de segurança, homologada no Detran, carregador USB, painel LCD, farol de LED, suporta até 160 quilos e pode ser utilizado na chuva, pois a bateria elétrica é muito bem vedada.