O Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam), como órgão oficial de assistência técnica ao agricultor familiar, participa, durante toda esta semana, do mutirão de regularização ambiental realizado em Boca do Acre (distante 1.028 quilômetros de Manaus). A ação, que faz parte do Projeto Piloto de Regularização Ambiental Produtiva (Pravaler), iniciou na segunda-feira (09/05) e segue até sexta-feira (13/05), no Centro Multifuncional (CMF) do município.

A estimativa é atender um público de, aproximadamente, 150 produtores rurais. As ações realizadas, no município, estão previstas no Acordo de Cooperação Técnica (ACT) entre as instituições de governo, como a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), Idam, Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), Federação de Agricultura e Pecuária do Amazonas (Faea), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e Prefeitura Municipal de Boca do Acre.

O objetivo é implementar, no âmbito do Pravaler, um modelo simplificado de recuperação de áreas com passivo ambiental em reserva legal, Áreas de Preservação Permanente (APP) e áreas de uso restrito, que também irão atender os requisitos para o Programa de Regularização Ambiental (PRA).

De acordo com o diretor-presidente do Idam, Tomás Sanches, a equipe técnica do Idam no município está realizando as retificações das inscrições de Cadastro Ambiental Rural (CAR) que apresentaram inconsistências. Além disso, o Idam também está levando capacitação na temática de pecuária intensiva.

“O projeto visa a recuperação de áreas degradadas aumentando a produção e a produtividade do setor com o uso de tecnologia. Por outro lado, objetiva propor alternativas de modelos de recuperação das áreas que excederam os limites do uso definido pelo Código Florestal, com sistemas compostos por espécies que possam gerar um retorno financeiro, conciliando conservação do meio ambiente com a geração de emprego e renda, seguindo as premissas do desenvolvimento sustentável”, enfatizou Sanches.

A capacitação voltada à pecuária intensiva está sendo realizada pelo consultor da Agência de Cooperação Técnica Alemã (GIZ), Vanderlei Tavares. A GIZ é parceira do Idam nas atividades de Assistência Técnica e Extensão Rural, inclusive no Pravaler.

Assistência Técnica – O Idam está prestando os serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural a 30 agricultores familiares, beneficiários do projeto e, também, para agricultores não inseridos no projeto.

 

O Idam é responsável pela divulgação das ações, visitas técnicas, retificação de cadastro, validação das análises, disponibilização de extensionistas e diagnóstico de áreas onde serão implantados o PRA.