Antonio Silva

Presidente da FIEAM

A Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM) completa amanhã 62 anos de criação. Fundada em 3 de agosto de 1960, tem contribuído decisivamente para o fortalecimento da indústria amazonense, trabalhando pela representatividade dos setores industriais, em parceria com o poder público para a atração de investimentos e desenvolvimento econômico e social do Estado do Amazonas.

Estiveram à frente da FIEAM pessoas ilustres, que fazemos questão de lembrar: Abrahão Sabbá, Antônio Simões, João de Mendonça Furtado, Francisco Garcia e José Nasser. Significativo também é o grupo de diretores, dirigentes e colaboradores que, com empenho e trabalho, levou para o alto o nome da FIEAM. Quero homenageá-los, destacando dois nomes que foram muito estimados dentro da organização: Moysés Israel e Sérgio Melo. Homenageio nesta comemoração de aniversário os 27 sindicatos patronais associados a Federação, que representam o segmento industrial do Amazonas e muito tem auxiliado na luta pela consolidação do nosso parque industrial. Enfim, o aniversário é da FIEAM, mas os parabéns são dirigidos para todos os que ajudam no fortalecimento e importância da instituição na superação de obstáculos enfrentados como a incerteza fiscal, os ataques aos principais segmentos produtivos do Polo Industriai de Manaus (PIM), entre os quais podemos citar os setores de eletroeletrônicos, duas rodas, informática e concentrados de refrigerantes, que padecem de insegurança jurídica.

Felizmente a FIEAM tem encontrado apoio político dos nossos representantes no Congresso Nacional, para se contrapor aos ataques que tem sofrido a Zona Franca de Manaus (ZFM). É prioridade da FIEAM a defesa do elenco de incentivos fiscais da ZFM, sustentáculo da competitividade da produção do PIM e responsável pela significativa contribuição na preservação do bioma amazônico, beneficiando em consequência o Brasil e o mundo, no equilíbrio ecológico e climático do planeta.

A FIEAM, com suas coordenadorias operacionais, também atua nas áreas de comércio exterior, meio ambiente, recursos naturais, assuntos legislativos, tributários, política econômica, desenvolvimento industrial, ciência, tecnologia, inovação, relações do trabalho, empregos, transporte, logística, responsabilidade social, entre outros. Sob a sua liderança, o Sistema FIEAM, constituído pelo Serviço Social da Indústria (SESI), Serviço Nacional de Aprendizagem Industriai (SENAI) e o Instituto Euvaldo Lodi (lEL),oferece apoio às indústrias e a seus trabalhadores e dependentes, ofertando capacitação, desenvolvimento tecnológico, educação, saúde, lazer e cultura.

Merece destaque a participação importante da FIEAM junto a Confederação Nacional da Indústria (CNI), prestigiada merecidamente nos debates importantes para a indústria locai e nacional. Hoje, mais do que nunca, a FIEAM está ciente de suas responsabilidades para eliminar entraves que prejudicam o desenvolvimento e o crescimento socioeconômico do estado do Amazonas. Parabéns a todos nós, funcionários e colaboradores da FIEAM, por tudo que representamos para a indústria.