Pavilhão de exposições, estandes institucionais e empresariais, de startups, palestras, mesas redondas e debates qualificados. Estes são alguns dos atrativos da ExpoAmazônia Bio&TIC 2022, evento que começa nesta quinta-feira (30), no Centro de Convenções Vasco Vasques, em Manaus, que tem por objetivo fomentar os polos de bioeconomia e de tecnologia da informação e comunicação como vetores complementares à matriz econômica hoje vigente na região.

Realizado pela Associação do Polo Digital de Manaus (APDM), pelo Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA), pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado (Sedecti-AM) e pelo Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (Idesam), o evento ocorre até o dia 2 de julho e traz consigo a iniciativa de promover maior integração entre os polos sustentáveis e digitais da Amazônia a fim de ampliar a inserção destes segmentos no desenvolvimento socioeconômico regional, com vistas, dentre outros objetivos, a ampliar a oferta de empregos de qualidade e de retorno social, com incremento da qualidade de vida e outros benefícios diretos.

“Temos alguns propósitos com este evento, que envolvem a busca por incentivar não somente a parte de tecnologia – do polo digital, das startups, capacitação de profissionais para atuarem na área, que hoje necessita de pessoal cada vez mais qualificado -, mas também fomentar as atividades que envolvem a bioeconomia e biotecnologia, uma vez que a Amazônia é vasta em riquezas naturais e muito pode ser feito a partir disto”, afirmou Murilo Monteiro, diretor executivo da APDM.

Ao todo, a ExpoAmazônica vai contar com mais de 60 estandes, 100 startups, o Mercado Amazônia (para comercialização de produtos tipicamente regionais), 30 artesãos da economia criativa, palco principal com autoridades renomadas (dentre elas o Vice-Presidente da República, Hamilton Mourão), três salas de palestras, com programação variada ao longo de todo o evento, um hackathon (maratona de programação com desenvolvedores de tecnologia) e uma arena de batalha de codificação, além da arena kids, para o público infantil, e área de alimentação.

A entrada é gratuita, sendo necessária apenas a inscrição por meio do site oficial (expoamazonia.com). “Essa é a oportunidade de se conectar com várias pessoas, realizar network e ter a experiência de troca de conhecimento e informações que muito podem contribuir para o avanço pessoal e profissional de todos os participantes”, finalizou Monteiro.