A Suframa sediou na última quinta-feira (10) a 1ª Reunião Ordinária do Fórum Amazonense de Indicações Geográficas e Marcas Coletivas do ano de 2022. O evento reuniu representantes de diversos órgãos, incluindo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Amazonas (Sebrae-AM), Secretaria de Estado da Produção Rural do Amazonas (Sepror), Superintendência Federal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Amazonas (SFA/AM) e Federação dos Manejadores de Pirarucu da região de Mamirauá (Fenapam). A Autarquia foi representada na ocasião pelo coordenador geral de Desenvolvimento Regional, Vitor Lopes.

No sentido de contribuir com a agenda regional de fortalecimento e estruturação de indicações geográficas e marcas coletivas, a Suframa apresentou durante a reunião as metas do plano de trabalho relacionado ao Acordo de Cooperação Técnica (ACT) firmado em fevereiro deste ano entre a Autarquia e o Inpi.

O ACT, que visa ao fomento das atividades de disseminação da cultura de inovação e proteção da propriedade industrial na Amazônia Ocidental, tem também como meta ampliar registros de informações geográficas e marcas coletivas dos produtos regionais, com o intuito de colaborar para a estruturação de cadeias produtivas e do ecossistema regional de pesquisa, desenvolvimento e inovação.

De acordo com o coordenador regional de Desenvolvimento Regional da Suframa, Vitor Lopes, outra ação de destaque da reunião foi a apresentação do planejamento de ações a fim de viabilizar e apoiar o registro de pelo menos seis novas indicações geográficas no Amazonas em 2022. “No ano passado, a Suframa participou ativamente das reuniões do Fórum e conseguiu avanços positivos no apoio às cadeias produtivas que têm buscado obter o registro de Indicação Geográfica de seus produtos, como, por exemplo, o queijo de Autazes (AM), o mel de abelhas nativas de Boa Vista do Ramos (AM), o açaí de Codajás (AM) e o cacau do Estado de Rondônia. A Autarquia segue de portas abertas e inteiramente comprometida neste ano a seguir contribuindo com as diversas ações do Fórum”, destacou Lopes.