Para apoiar as atividades de produção de alevinos do Centro de Treinamento, Tecnologia e Produção em Aquicultura (CTTPA), situado no Distrito de Balbina, em Presidente Figueiredo (distante a 117 quilômetros de Manaus), o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), realizou, nesta segunda-feira (13/06), a entrega de insumos e equipamentos para o fomento da piscicultura no Estado.

Foram entregues 100 sacos de ração, 30 puçás, e 16 redes de arrasto para despesca, além de 4 aeradores, dois computadores, um kit de análise de água e um veículo Ford Ranger.

“O Governo do Estado está trazendo fomento para essa estação, para garantir a qualidade da produção de alevinos. São caminhonetes entregues, ração, aeradores, todos os insumos necessários para que a gente possa produzir um peixe de qualidade aqui no Amazonas”, destacou o secretário da Sepror, Petrucio Magalhães Júnior.

Para o gerente do CCTTPA em Balbina, José Mário Barachi, essas entregas são prova do reconhecimento do Estado ao trabalho executado na estação.

“Eu gostaria de registrar que estamos aqui há 16 anos, nunca, nenhum governador fez tanto pela pesca e pela piscicultura, quanto o governo atual”, destacou José Mário.

O secretário adjunto de Pesca e Aquicultura da Sepror, Leocy Cutrim, destacou o trabalho contínuo do governador do Amazonas em benefício do piscicultor e pescador do estado.

“Esse é um trabalho que o Governo do Estado tem feito incansavelmente, desde o início desta gestão, e por isso a gente está produzindo peixe de qualidade no Amazonas”, concluiu.

 

CTTPA

Atualmente, o CTTPA é o grande produtor de alevinos que são destinados a piscicultores do Amazonas. Entre as espécies que são produzidas estão o tambaqui, matrinxã, pirapitinga e tambaqui.  Além de reprodução, o Centro desenvolve estudos de melhoramentos genéticos e de aprimoramento dos sistemas produtivos dessas espécies.

 

Nos últimos três anos, aproximadamente 25 milhões de pós-larvas e 4,2 milhões de alevinos das espécies de tambaqui, matrinxã e pirapitinga foram entregues a piscicultores.