Os resultados finais do estudo da proxalutamida apresentados pelo médico Flávio Cadegiani mostram redução de 80% da mortalidade por covid-19 em 14 dias de pacientes da doença nas regiões Norte e Sul do Brasil. Esses dados foram apresentados em coletiva de imprensa na manhã desta segunda-feira, (24) pelo Grupo Samel e o Dr. Flávio Cadegiani, no Samel Health Tech, laboratório de desenvolvimento de novas tecnologias da Samel, localizado no centro de Manaus. Gadegiani é um dos pesquisadores responsáveis pelo estudo da Proxalutamida no Brasil.

Além disso, houve a redução de mortalidade de 78% em 28 dias; redução de tempo de internação em 58% e a recuperação de 121% mais rápida no dia 14, com resultados muitos semelhantes entre Norte e Sul.

Uso do medicamento

A proxalutamida foi utilizada em pacientes acometidos pelo novo coronavírus em todo o país no ano de 2021, inclusive nos Hospitais Samel. As unidades serviram de campo de estudo da pesquisa, onde apresentou, nas duas fases iniciais, resultados muito positivos, além de ser utilizado em outros hospitais de outras regiões do país.

Na ocasião, os pesquisadores, em parceria com a Samel, comprovaram, através dos resultados apresentados, a eficácia do medicamento no tratamento da covid-19, reiterados por meio da publicação oficial do estudo no periódico científico Internacional Cureus.

A pesquisa recebeu nota máxima em todos os quesitos avaliados pela revista científica, além de receber a maior nota de estudo clínico da história do periódico Cureus, onde foi publicada.

Sobre a pesquisa

O estudo foi desenvolvido no Amazonas a partir de fevereiro de 2021 e se deu através de um convite de pesquisadores dos Estados Unidos e do Brasil, que escolheram a Samel devido às várias cerificações de excelência em atendimento hospitalar.