Um levantamento feito pela Confederação de Dirigentes Lojistas de Manaus (CDL) prevê que 82,6% das pessoas que responderam a pesquisa têm pretensão de comprar algum artigo relacionado à Páscoa, nesse período.

Apesar da queda de poder aquisitivo das famílias com a disparada da inflação que já está na casa dos dois dígitos, as entidades do comércio amazonense estão animadas para a semana de Páscoa e projetam uma expectativa de venda de 6% a 10% superior ao mesmo período do ano passado.

Quase 60% dos consumidores consultados vão sair às compras para presentear os filhos. A CDL prevê que no período da Páscoa as vendas crescerão 6%, resultando em um faturamento de R$ 58 milhões.

Para os entrevistados, os principais fatores que a influenciarem a aquisição do presente para esta data é em primeiro lugar a qualidade dos produtos (77,20%), em segundo as promoções e descontos (72,20%), em terceiro a facilidade de pagamento (63,30%), em quarto a facilidade de acesso (43%) e em quinto a diversidade de produtos com (36,70%). O atendimento (34,20%), também influenciam, assim como a comodidade com (24,10%) e o frete grátis (16,50%).

Os participantes também informaram que costumam pesquisar os preços antes da compra, especialmente nas mídias sociais (55,70%) e “direto nas lojas” (26,60%), além das propagandas na TV (11,40%), sites de lojas (2,50%) e folhetos (1,30%).

A pesquisa da CDL Manaus foi realizada via Google Formulários através de e-mail marketing e aplicativo de mensagens instantâneas, entre 11 e 17 de março de 2022. No total, foram ouvidas 803 pessoas, entre homens e mulheres de 18 a 25 anos.